Em dezembro de 2019 o SAAE de Salto contabilizava 46.436 ligações de rede de esgoto, beneficiando 97,95% da população saltense.

Esse esgoto coletado nos imóveis é encaminhado para 11 estações elevatórios e enviado para uma Estação de Tratamento de Esgoto, sob a gestão da concessionária Conasa/Sanesalto.

SAAE de Salto
Equipes do SAAE atuam 24h por dia para garantir que o esgoto coletado chegue ao seu destino: o tratamento antes de chegar à natureza

 

SAAE dá dicas para você cuidar da rede de esgoto de sua casa

SAAE de Salto dá dicas para bom uso da rede de esgoto
Quem não cuida de esgoto corretamente enfrenta problemas internos ou causa problemas na rede externa (Fotos: reprodução)

 

Vai comprar ou construir um imóvel? E a rede de esgoto, como está?
Sabia que ela é essencial para garantir o saneamento de seu imóvel e a saúde de sua família?
De forma simples, nas casas, comércios ou indústrias, ligações com diâmetro pequeno formam as redes coletoras.
Saiba que elas são ligadas aos coletores-tronco (tubulações instaladas ao lado dos córregos), que recebem os esgotos de diversas redes.
A partir dali eles vão para os interceptores, que são tubulações maiores e próximas aos rios, seguindo até a Estação de Tratamento de Esgoto construída pela concessionária Sanesalto, próximo ao Parque do Lago.
Lá o esgoto gerado em Salto passa por inúmeros processos de tratamento até ser devolvido ao Rio Tietê em condições aprovadas por órgãos governamentais e ambientais.
Do que é formado o esgoto?
Esgoto é toda a água depois de usada em sua casa, seja no banho, na lavagem de roupa, de louças e na descarga lá do banheiro.
Há 3 tipos de esgotos:
Aqueles que vem das casas são os esgotos domésticos;
– Aqueles que se formam com a água das chuvas são os pluviais e
– Aqueles formados em fábricas, os esgotos industriais.
Para cada um é preciso um tipo certo de tratamento.
Tratar o esgoto é essencial para se economizar em Saúde Pública.

Isso porque o dinheiro investido em saneamento básico é economizado em postos e hospitais públicos, de uma forma geral.

Sendo assim, saneamento básico também é cuidado com o meio ambiente.

Dicas importantes
Nunca misture a água da chuva do seu imóvel com o esgoto doméstico.
A água da chuva deve ser canalizada para a tubulação de concreto chamada galeria pluvial.
Quem junta as duas corre o risco de ver a rede de esgoto transbordar e causar grande incômodo à sua rotina familiar.

Privada não é lixo
Aprenda e oriente sua família a não jogar nada no vaso sanitário.
O lugar correto do papel higiênico usado, do absorvente feminino, de preservativos e até de roupas íntimas é o lixo e não o vaso de casa.
Quem faz isso, além do risco de entupir a rede interna de casa, amplia a chance de entupimento das redes externas e até de danificar equipamentos usados no tratamento de esgoto.

Uso correto
A rede de esgoto da sua casa é feita para conduzir à estação de tratamento apenas o esgoto doméstico produzido no banheiro, tanques e pias.
Qualquer outro produto jogado na rede pode causar o entupimento e gerar inúmeros problemas internos ou externos.
Lembre-se: o sistema subterrâneo de esgoto tem a função de coletar água suja, não objetos, que devem ser descartados no lixo, nunca em ralos e vasos sanitários.

O que vai para o esgoto?
– Água de banho e descarga;
– Água de lavatórios, como pia de cozinha, banheiro, tanque;
– Ralos de escoamento de banheiros, cozinha, área de serviço;
– Água de máquinas de lavar roupas e louças;
– Água utilizada por quaisquer outros equipamentos geradores de esgotos domésticos.

O que não deve ir ao esgoto?
– Água da chuva;
– Papéis e panos;
– Restos de comida;
– Óleo de cozinha;
– Cigarros;
– Plásticos;
– Cabelo;
– Fraldas, absorventes e preservativos;
– Outros objetos que possam entupir o encanamento.

Você sabia disso?
Os fios de cabelo podem entupir o esgoto? Quando jogados no vaso ou no lavatório ou no ralo do chuveiro, eles param dentro do sistema e formam uma malha que acarreta diversos problemas, além de dificuldades para retirados e corretamente destinados.
O óleo de cozinha deve ser descartado separadamente.

Em Salto a CSO Ambiental o coleta nos ecopontos para encaminhamento para reciclagem.
Entidades sociais locais também aceitam a doação de óleo usado para reciclagem e, com isso, reforçar o caixa das mesmas.

Quer saber mais do esgoto em Salto?
Veja o site da concessionária, a Sanesalto. Clique aqui

Saiba usar bem sua rede de esgoto
Quem não cuida do esgoto doméstico ajuda a gerar problemas em toda a rede de esgoto (reprodução)
Sanesalto
Esgoto de Salto é tratado pela Sanesalto (divulgação)

VOCÊ SABIA QUE: A cidade contava, no final de janeiro de 2019, com 42.372 pontos de coleta do esgoto doméstico.

Fechar Menu